19 de abr de 2012

ÍNDIA 06 - O Tamanho do Céu



Estava ansiosa para escrever sobre esse livro, mas o engraçado – ou triste, seria melhor dizer – é que quando terminei-o, fiquei sem saber ao certo sobre o que escrever, ou melhor, nem tive mais a certeza de que deveria escrever sobre ele (por isso a demora do post sair)...

Algumas vezes, durante a leitura de O Tamanho do Céu, eu sentia como se tivesse levado um soco no estômago... Vocês já ouviram essa expressão??? Que um filme, um livro, um discurso ou mesmo uma história que chegou ao nosso conhecimento foi como um soco no estômago?? Então, a partir da minha própria experiência, vou falar o que isso significa pra mim no que se refere à leitura:

Significa que a história, seus personagens, as situações que eles estão vivendo, suas atitudes, suas palavras, tudo, tudo, é tão intenso que é como se conseguisse pular para fora das páginas e ganhar vida própria... Alguns dos sentimentos desses personagens são tão profundos e outros são tão comoventes que não só despertam nossas emoções, mas fazem-nos senti-los como reais - reais os sentimentos, reais os personagens... O que torna tudo muito mais denso...

O Tamanho do Céu é um livro triste, muito muito muito triste... Cheio de perdas, de injustiças, cheio de situações pelas quais rezamos para jamais passar e esperamos, sinceramente, não ter de ver ninguém passar também... É uma história arrebatadora e sua autora, Thrity Umrigar, consegue nos tocar através de cada uma de suas palavras... No meu caso, a coisa foi tão impactante que “chorei que me acabei” e fiquei com uma espécie de pesar no coração... Aliás, quem não gosta desse tipo de histórias, é melhor nem ler O Tamanho do Céu (acho que é a primeira vez que falo isso sobre um livro) porque é “triste por demais da conta”...
Muita luz a todos!!!

Obs: pessoas que também leram este livro, por favor, comentem, dividam com a gente suas impressões...

8 comentários:

  1. Li,
    As músicas são escolhidas a dedo exatamente para relaxar, a ideia é, depois de um dia estressante ou durante ele, porque não ouvir uma boa mensagem e uma boa música =]
    E ah! Você acha que Sex and The city não é um dos meus seriados ou filmes preferidos exatamente por ser em NY? Hahahaha.. amooooo assisto tudo que se passa por lá! E livros também hahahaha... Mas vou vir aqui ler o seu post! Adoroooo seu cantinho também.
    Um beijooo querida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amo as músicas de lá Fer... Já escrevi isso lá né??? hehe... Vamos para Nova York então??? hehe... Beijãooo flor

      Excluir
  2. Fiquei maravilhada com essa história de "dramalhão"...
    Depois que vc colocou aqui no blog, ontem, procurei saber mais acerca desse livro, e os comentários dele foram hiper parecidos com os seus de hoje, um livre triste e INTENSO. Adoro drama, adoro pensar nos personagens mesmo depois do término do livro. Esse fds vou ver se encontro ele!! Já estou louca para começar a ler hehehe bjão aliny!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lizi eu tenho esse livro, posso te emprestar... Onde deixo ele pra ti??? Beijãooo flor e muito obrigada pelas visitas, amei!!!

      Excluir
  3. Os livros mexem muito comigo. Amei estar aqui , bom te ler! Beijos Silvia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita Silvia!!! Apareça sempre... Os livros também mexem comigo, esse então... Beijãooo e bom fim de semana!!!

      Excluir
  4. Queridona, vou tentar procurar e comprar, gosto de colecionar livros hehehe se caso eu não achar vou querer emprestado sim =DDDD obrigada querida!!

    ResponderExcluir
  5. Oieee! Então, o livro do cavalo, não é triste, é lindo!!! Assiste esse video e me diz oq achou!!!
    Bjo
    http://www.youtube.com/watch?v=nj6cdoj4jro

    Aline

    ResponderExcluir