31 de ago de 2012

O Morro dos Ventos Uivantes e As Coisas Simples da Vida III

Olá meu povo!!!
Bom, acho que muita gente já leu ou já ouviu falar sobre O Morro dos Ventos Uivantes, da escritora Emily Brontë... Esse romance é um dos clássicos da literatura mundial e, quem ainda não conhece, deve colocá-lo (imediatamente) na lista dos livros que ainda precisam ser lidos nessa vida minha gente (nossa que dramática fui agora, hehe)...

Já havia ouvido falar algo sobre a história lá na minha adolescência... Lembro até, bem vagamente pra dizer a verdade, que assisti ao filme (baseado no livro) por causa de algum trabalho do colégio, mas faz muito tempo e, pedir-me para lembrar com precisão datas e situações, seria demais pra minha cabeça, hehe...

E sem mais lero lero, quero contar que finalmente pude ler O Morro dos Ventos Uivantes alguns anos atrás, talvez até, meio que (totalmente) influenciada pela Saga Crepúsculo, já que a personagem Bella Swan também leu... Sééério, não riam...

Então, eu já havia pensado no que vou falar a seguir uma vez - na primeira viagem que fizemos até Aparados da Serra – mas em nosso segundo passeio a este lugar maravilhoso, resolvi deixar aqui registrado, por palavras e por fotos também, o que senti e qual a relação de O Morro dos Ventos Uivantes com esse lugar:

Quando cheguei lá em cima da Serra, mais precisamente no caminho que leva para o Parador Casa da Montanha, hotel que visitamos, me senti como se estivesse na própria paisagem do livro... Parecia que a qualquer momento Heathcliff e Catherine – protagonistas da história - iriam aparecer... Quem já leu o romance imagina bem o que estou falando: as casas, as árvores, a vida no campo, a estrada, o clima - principalmente - as cores da paisagem... Para quem não leu, não deixe de fazê-lo porque vale muito a pena... Sintam o clima da paisagem da foto e se inspirem para ler, porque pelos menos foi assim que imaginei o cenário do livro na época em que li... E ler e viajar através da leitura são uma das coisas simples e boas da vida... Bom fim de semana pessoal!!!! Leiaaaaammmm...









Edição mais recente do livro

29 de ago de 2012

Livraria Infantil...

Olááá minha gente!!!
Bom, o post de hoje é na verdade a indicação de uma livraria muito legal e diferente para crianças, lá em Curitiba (ou aí em Curitiba), depende de onde você está, hehe... Minha amiga Taty foi quem esteve lá na Navegadores (esse é o nome da livraria) e me mandou um e-mail indicando-a, com foto e tudo... Achei tão bonitinho e tão bem explicado o e-mail que repasso a vocês... Boa quarta-feira pessoal!!!


Oi Querida!!!
Estive numa livraria infantil MARAVILHOSA em Ctba. Lembrei de vc na hora e falei para o dono que eu gostaria de indicá-los para divulgar a livraria no seu blog. Ele amou a idéia! Chama-se Navegadores e é um ambiente com livros muito especiais para os pequenos, como estórias infantis de Goethe por exemplo, e brinquedos lúdicos e educativos de marcas alemã, portuguesas e outros no estilo Waldorf. Trouxe uns bichinhos de pano com seus respectivos filhotes pra Serena e um quebra-cabeça pro Noah. Eles amaram! Tinham tantas opções de livros para as crianças que a minha indecisão não me permitiu comprar nenhum. Mas com certeza na minha próxima ida à Curitiba a parada lá será garantida. Em anexo seguem umas fotos.
Beijossss!!!!!




Olha a Taty ali ó, hehehe...

27 de ago de 2012

é tudo tão simples...


Olááá pessoal!!! Bom início de semana pra todos vocês...
Então, já li alguns livros da Danuza Leão - alguns não, hehe, li dois, estou lendo um terceiro agora e tenho a biografia dela na minha listinha de espera... O primeiro acabou sendo Na Sala com Danuza e, embora muitos pensem que se trata de um livro só sobre etiqueta, não foi isso que achei... Claro que não se trata de nenhum romance nem de nada muito profundo abrangendo sentimentos e emoções intensas, não mesmo, de jeito nenhum - e pelo título já percebemos isso... Só que a maneira leve, descontraída e direta dela se expressar tornam sua narrativa gostosa e sucinta, fluente de ler... Aliás, existem até algumas muitas coisas que podemos usar na prática enquanto outras conseguem pelo menos nos deixar com um sorriso no rosto e uma frase na ponta da língua do tipo: ai, ai, assim já é demais também, hehehe... E aqui cabe um parenteses para dizer que as coisas poderiam ser realmente mais simples do que a Danuza fala, já que o simples dela é às vezes bem do complicadinho...

Pois é, mas não foi para falar de Na Sala com Danuza, nem de De Malas Prontas, que é dela também e eu já li, que estou aqui... Eu vim foi para contar que estou lendo É Tudo Tão Simples e adorando... Eu sei que vocês sabem que eu amo romance, personagens sensíveis e histórias cativantes e de lugares que sonho conhecer, sim, continuo gostando de tudo isso, mas um livro desses mais “levinho” é tão bom e fácil de ler que nos permite uma espécie de relax antes do sono chegar... E nos dias de hoje é tão bom poder chegar em casa, tomar um bom banho quentinho, comer algo saboroso e finalmente deitar e relaxar, que achei É Tudo Tão Simples uma companhia simples e interessante pra isso... Fica a dica pessoal!!!




23 de ago de 2012

Coisas Simples da Vida II



Continuando a falar das coisas simples da vida então...

Hoje vim aqui postar a foto de um lindo (e natural) cantinho de leitura - especialmente para minha amiga Lora, do blog Brincando de Roça, que sempre nos presenteia com outros cantinhos não menos maravilhosos nas suas postagens...
Quando acharem um lugar assim, relaxem e permitam-se descansar, ler e viajar, através de uma boa história e seus personagens...
Um fim de semana cheio de harmonia e tranquilidade minha gente!!!






20 de ago de 2012

E que a semana comece...


Tenho um livro da Martha Medeiros do qual nem lembrava mais... Tinha deixado ele por bastante tempo com uma amiga muito querida porque ela me disse que de vez em quando gostava de pegá-lo para ler algo aleatoriamente... Digo aleatoriamente porque o livro Coisas da Vida (Crônicas), da Martha, pode ser lido assim: de trás pra frente, de frente pra trás, abrindo uma página ao acaso ou buscando cada crônica por seu próprio título...
Essa minha amiga, aliás, é uma pessoa que admiro muito - nos conhecemos na quarta série do colégio (isso mesmo, aos 9 anos)... Lembro até hoje da mochilinha xadrez do Snoopy que ela usava e ela lembra de eu tê-la pedido em amizade, hehe – acho que continuo fazendo isso até hoje...
Quase 25 anos depois, ainda somos amigas e essa amizade é um verdadeiro presente... O nome dela é Taty e eu vivo dizendo (pra própria inclusive) que ela é uma dessas “super mulheres”: mãe, esposa, dona de casa, amiga, publicitária... Mas o que mais admiro nela, talvez seja o fato de que ela tornou-se tudo isso mantendo a doçura e o lado sonhador, sabendo parar quando foi preciso parar e retomando a vida profissional agora, com medo e coragem – como diz minha amiga Eliete, do Giro de Idéias, é preciso sentir medo para se ter coragem...
E é essa pessoa que descrevi aí em cima que, como todas nós, de vez em quando precisa dar uma folheada na Martha Medeiros para relaxar, recuperar o fôlego e continuar a caminhada... Aliás, acho que todas nós podemos nos “reabastecer” tanto com a Martha quanto com palavras doces e amigas de pessoas que gostamos e admiramos... Um bom elogio, um abraço, uma boa crônica, tudo isso ajuda a recarregarmos as baterias, concordam??? Então lá vai um trecho de uma crônica da Martha para todas vocês: leitoras, mães, trabalhadoras, estudantes (agora sou uma de novo, hehe), donas de casa, amigas... Mulheres que tornam o mundo mais colorido e charmoso... Boa semana genteeeeeeee...

“É lá no fundo que estão as razões verdadeiras que levam as pessoas a mudar ou a manter as coisas como estão. É lá no fundo que os desejos e as necessidades se confrontam. Em vez de se queixar, ganharíamos mais se nadássemos até lá embaixo para trazer a verdade à tona. E, então, deixar de sofrer...”

Como eu já disse no post de quinta-feira passada (leia aqui), é preciso parar, observar, respirar e, quando necessário, recomeçar, mesmo que com medo - porque se existe medo vai existir coragem também, impulsionada por ele...

Eu, Taty e Noah (só faltou a fofa da Serena, que tava no carrinho nanando, hehe)

16 de ago de 2012

Coisas Simples da Vida I


Nas férias de julho, quer dizer, nos cinco dias que nos demos de folga em julho, hehe, resolvemos passear, eu e o Davi, meu amore... Como adoramos frio, o destino escolhido foi passar um desses cinco dias lá pelos lados de Aparados da Serra, onde fica o Itaimbezinho, um dos famosos Cânions da região, já ouviram falar??? Um lugar MARAVILHOSO!!!

Pois é, e como já esperávamos, o passeio foi maravilhoso também e, por diversas vezes, me peguei pensando em várias coisas sobre as quais gostaria de escrever e mostrar a vocês: a paisagem, o sol, os lugares para ler (cantinhos de leitura), o ar puro, a natureza, a vida em si... Quem diz que a felicidade está nas coisas simples da vida – coisa que eu também acredito – tem razão... Esse passeio fica há apenas umas duas horas (ou mais um pouquinho só) da nossa casa em Tubarão (embora nossa viagem tenha levado menos tempo porque já estávamos em Torres/RS)... E, se pararmos para pensar, esse tempo e essa distância são muito pequenos, comparados a toda beleza natural e leveza que encontramos lá nesse lugar...

Encontrar um momento para pararmos, respirarmos fundo e olharmos ao nosso redor é quase indispensável nos dias de hoje... E não precisamos nem de cinco dias não, pode ser durante um sábado, um domingo ou um feriado... Mas é nesse momento de “parada” que encontramos ainda mais força e inspiração para seguirmos a caminhada (até rimou)... A natureza é uma verdadeira fonte de harmonia, tranquilidade e equilíbrio para nossa alma... Pensem nisso... Acho que a foto abaixo mostra um pouco isso também... Um fim de semana cheio de paz para todos vocês!!!








14 de ago de 2012

Boa semana...

Olááá minha gente!!!
Um início de semana maravilhoso e iluminado pra todos vocês...
E que tal já começarmos em clima de poesia???

"Se eu gosto de poesia?
Gosto de gente, bichos,
plantas, lugares, chocolate,
vinho, papos amenos, amizade,
amor. Acho que a poesia
está contida nisso tudo."

(Carlos Drummond de Andrade)

10 de ago de 2012

Hemingway e O Sol Também se Levanta


Gente, sei que já falei mais de uma vez sobre Casados com Paris, aliás, sei que falei sobre ele um bom número de vezes: relacionei-o com outro livro, com um filme e até usei-o como prêmio para o sorteio de comemoração do aniversário do blog... Sinceramente, sei de tudo isso e me desculpem por toda essa repetição, mas é que Casados com Paris foi um romance que acabou me levando ainda mais a fundo à famosa década de 20 e a uma Paris muito culta e literária...



Foi através de Casados com Paris que descobri a obra Paris é uma Festa, do Hemingway, conforme postei aqui... Foi graças a ele também que pude ver de forma mais analítica o filme Meia Noite em Paris, do Woody Allen... E agora, mais uma vez, durante a leitura do trabalho maravilhoso da Paula McLain, fui levada a viajar no tempo e a retornar ao primeiro best seller do Hemingway... Digo retornar porque já li esse best seller do autor, chamado O Sol Também se Levanta... Aliás, li esse livro numa época em que comecei a me cobrar a leitura dos clássicos da literatura... O exemplar que li, para vocês terem uma idéia, foi um daqueles de coleção, com capa dura vermelha e páginas bem amarelinhas, querem coisa melhor??? Aí é que a gente sente como se voltasse no tempo meeeesmo, hehe...



Pois é, então vim aqui para falar sobre mais essa agradável surpresa que tive ao ler Casados com Paris... Numa das passagens do livro, onde a autora falava da dedicação do jovem Hemingway ao seu primeiro e verdadeiro romance, foi que me dei conta de que a história que ele estava escrevendo era justamente essa que já li, ou seja, o primeiro romance famoso dele: O Sol Também se Levanta... Na hora, essa constatação foi quase como um insight - quando a gente se dá conta total de algo que está acontecendo ali na nossa cara, ao nosso redor - chega a dar uma sensação de euforia, sério mesmo, hehe...

Minha gente, quando me dei conta de que na internet existiam fotos que mostravam momentos que li em Casados com Paris e quando me toquei de que o livro falava também de um romance do Ernest que já li, foi que mais uma vez entendi o quanto a literatura pode ser mágica e envolvente, o quanto ela é capaz de nos levar para épocas que vão muito além de nossos sonhos e de nossas vidas... E é justamente nesses momentos que me dou conta da importância da leitura e do quanto quero que as pessoas compreendam essa sensação maravilhosa que sinto diante de um livro... E é por tudo isso que amo esse espaço, amo esse blog... Registrar as histórias aqui é uma maneira de registrar minha visão e meus sentimentos em relação a elas... E é essa inspiração que desejo a todos vocês nesse fim de semana... Muita luz e muito amor!!! Boas leituras!!!

Preciso ler este livro de novo para, quem sabe, compreendê-lo ainda melhor...

Sinopse: O Sol Também se Levanta, vigoroso romance de Ernest Hemingway, retrata, em estilo direto e despojado, os conflitos e frustração dos norte-americanos e ingleses que vivem em Paris após a Primeira Guerra Mundial. Para O Sol Também se Levanta, Hemingway criou tipos humanos complexos, representando assim uma geração contaminada pela ironia e pelo vazio diante da vida, com seus valores morais destruídos pela guerra e irremediavelmente perdidos. Temas como a solidão e a morte, os preferidos do escritor, são explorados de forma brilhante.



8 de ago de 2012

Paris é uma Festa

Olááá meu povo...
Um início de semana iluminado e inspirador pra todos vocês!!!
Então, enquanto lia Casados com Paris, passei na frente de uma livraria e vi na vitrine o livro PARIS É UMA FESTA, do Ernest Hemingway... Já tinha ouvido falar sobre esse trabalho dele, ou melhor, li algo sobre ele na própria sinopse da autora Paula McLain em Casados com Paris... Segundo ela, “a vida boêmia e nada convencional” da década de 20 na capital francesa foi eternizada por Hemingway nesta sua obra... Ler Paris é uma Festa então, deve ser como continuar - ou melhor contextualizar - o romance da própria Paula... Além, claro, de também nos permitir prosseguir numa viagem maravilhosa, culta e literária à Cidade Luz... Ai, ai, já me deu aqueeeeela vontade de adquirir mais esse livro... Depois leiam a sinopse e vejam se não tenho razão, hehe...
Ahhh, só lembrando que Casados com Paris retrata essa mesma década de 20, só que sob o olhar de Hadley Richardson, esposa de Hemingway na época... Paris é uma Festa é a chance de visualizarmos agora as histórias por trás das lentes do próprio escritor, permitindo-nos também conhecê-lo ainda mais...

Hemingway, Richardson e o filho do casal John Hadley Nicanor Hemingway (acho que o livro Casados com Paris fala sobre essa viagem deles)

O Jovem Hemingway



Sinopse: Esta obra procura revelar um Hemingway diferente. Em Paris, aos 22 anos, ele lê, pela primeira vez, clássicos como Tolstói, Dostoiewski e Sthendal. Convive com Gertrude Stein, James Joyce, Edzra Pound, F. Scott Fitzgerald, figuras polêmicas e encantadoras para o jovem Hemingway. A cidade e esses “companheiros de viagem” deram-lhe nova dimensão do humano e maior sensibilidade para alcançar seus dois objetivos primordiais na vida – ser um bom escritor e viver em absoluta fidelidade consigo próprio.




3 de ago de 2012

RESULTADO DO SORTEIO


Oláááá minha gente!!! Desculpem a demora em aparecer, mas estava dando um tempo para que todos pudessem participar do sorteio... Pois então, finalmente ele aconteceu e o(a) VENCEDOR(A)  foi o número... TCHAM TCHAM TCHAM TCHAAAAMMMMMM:



 Número 01 - FERNANDA SARTORI

PARABÉNS e BOA LEITURA!!! Espero que Casados com Paris lhe proporcione bons momentos e uma boa viagem também, hehe...

Abaixo a relação com todos os inscritos:

1 Fernanda Sartori – do blog Templo das Borboletas
2 Lora Pontes – do blog Brincando de Roça
3 Aglair – do blog Estrela que Voa
4 Patrícia Bitencourt
5 Claudia – do blog Claudiaroma
6 Eliete – do blog Giro de Idéias
7 Angela Graziela – do blog Pocket Libro
8 Fernanda Borguezan
9 Frank Ribeiro
10 Tia Rita
11 Luiza Buss
12 Tharcilla – do blog Antique et Romantique
13 Andréa Kowalski – do blog Andréa Kowalski
14 Silvia Vilela – do blog Trio Cesarini
15 Taty – do blog Nosgusta
16 Marcio – do blog Preciso Tanto Aproveitar Você
17 Aline - do blog Alinedal
18 Gabriel

Muito muito muito obrigada a todos os participantes e visitantes do Ler e Amar… Sejam sempre BEM-VINDOS meus amigos, sintam-se em casa e deixem-se levar por esse universo maravilhoso e mágico da literatura...
Um fim de semana cheio de luz a todos vocês!!!

Obs: Só lembrando minha gente, que a frase era condição para participação no sorteio, mas não foi o quesito usado para o resultado... Todas as frases foram lindas e, justamente por isso, todas mereceriam ganhar, então achei mais tranqüilo fazer o sorteio por números...