27 de set de 2012

Pensando em livros...



Olá minha gente!!!!

Então, finalmente, num ritmo mais lento do que eu realmente gostaria, comecei a ler A Sombra do Vento... Falo que é num ritmo mais lento do que eu gostaria porque só de passar os olhos pelo primeiro capítulo já senti que vou amar a história e minha vontade é de não parar até chegar ao seu último parágrafo... Acontece que com essa minha volta para a faculdade, conforme já contei pra vocês, as coisas ficaram meio corridas e, entre provas e trabalhos, o tempo que tem sobrado para a leitura é pequeno... Só que não posso reclamar, porque tem valido muito a pena todo esse esforço, tanto pelo fato de eu estar adorando o curso e a universidade quanto pelo fato de que um tempinho para a leitura a gente sempre tem que tentar arrumar (sim, na minha opinião isso é muito importante)... Aliás, quando aparecer qualquer horinha vaga, mergulhar numa boa narrativa e conhecer seus personagens acaba sendo a melhor forma de relaxar...

Quem me indicou A Sombra do Vento – e olha que foram pessoas de quem a opinião me é muito válida – estava coberto de razão em seus elogios... Já estou sentindo o clima emocionante e comovente dessa história, ainda mais que, para minha agradável surpresa, ela fala de algo do qual somos fãs: livros... E aí vai uma frase que expressa muito bem nosso sentimento em relação a eles:

“Estendi-me na penumbra azul da madrugada com o livro sobre o peito e escutei o som da cidade adormecida pingando sobre os telhados salpicados de púrpura. O sono e a fadiga queriam me derrubar, mas eu resistia a entregar-me. Não queria perder o encantamento da história nem dizer adeus aos seus personagens...”
(A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafón)

 Acho que essas palavras descrevem de forma intensa e verdadeira o que sentimos em relação àqueles personagens que conhecemos e amamos, os quais não queremos esquecer, mas manter em nossas recordações e em nosso coração...

Coincidentemente hoje, na hora do almoço, me veio a imagem de uma cena que visualizei ao ler um livro há uns bons anos atrás - sei lá, a cena me veio assim, do nada... Na mesma hora eu pensei “cá com meus botões”: é incrível como as histórias conseguem permanecer assim vivas na nossa memória... Acho que a literatura consegue fazer isso acontecer ainda mais do que o cinema, isso porque nos livros os personagens parecem mais próximos e se tornam mais conhecidos da gente também (eu pelo menos sinto isso, vocês não???), o que leva a uma emoção ainda mais intensa e permanente... Não que o cinema não seja emocionante, cativante e maravilhoso também... Eu amo cinema, mas, em se tratando de livros, todos vocês sabem que sou suspeita para falar né???

UM FIM DE SEMANA MARAVILHOSO MEU POVO!!!
Desejo um livrinho ou um cineminha bem legal a todos vocês!!!

11 comentários:

  1. quanta novidade menina...realmente estava sentindo sua falta...mas estas certa,eh preciso disciplina para dar conta de tudo...estou em sp bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Aliny!
    Adorei seu comentário sobre o livro, me fez ter vontade de lê-lo também!
    O parágrafo que você destacou é belíssimo.
    Obrigada pela dica. Gostei tanto do seu blog que o coloquei na lista de sites do meu.
    Um abraço
    Cris
    P.S. Eu tenho uma página do blog dedicada somente a sugestões de leitura e uma só para filmes e cinema. Espero que você goste.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem vinda sempre!!! To indo lá no seu blog, hehe... Beijãooo e obrigada pelo carinho

      Excluir
  3. Oi Ly,
    O livro tem partes maravilhosas daquelas que dá vontade de anotar e ler depois! E os personagens são ótimos!
    Do livro da Marian eu gostei sim, mas não é meu favorito dela. Ainda fico com Férias!
    Terminei de ler Casados com Paris, achei triste o fim de Ernest =/ e tive muitas vezes uma certa raivinha dele.... Poxa a Hadley era legal!!!

    Um beijo querida e um bom livrinho ou um cineminha pra você também!

    ResponderExcluir
  4. Procure o site ou home page do autor, tem wall paper incrível e até trilha sonora para baixar. Dá a impressão que, se você piscar, vai se descobrir lá em Barcelona mesmo. Mas é isso, tem que ler devagar, devagar.

    Abraço de luz e paz do interior de São Paulo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Simone!!!! Um grande abraço também... Apareça sempre... Estou amando o livro!!!!

      Excluir
  5. Aliny, que bom que está conseguindo arrumar um tempinho para ler! E melhor ainda que resolveu ler "o melhor livro do mundo"!!!!! O trechinho que vc destacou é lindo e me deu vontade de reler o livro.
    Vc vai participar do Meme do Happy Batatinha desse ano? Começou hoje. Vc lembra que foi através do meme que nos conhecemos? Já faz um ano, Aliny!!!! Vê se consegue participar? Vc pode deixar os post preparados e agendados para não ter que postar diariamente.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já estou participando, eeeeeeee... Obrigadão minha amiga!!!

      Excluir
  6. Aliny esse livro deve ser muito bom, já anotei na agenda.
    Uma semana maravilhosa para vc amiga e um grande beijo!

    ResponderExcluir
  7. Respostas
    1. Foi sim, hehe... E já respondi lá no blog... Beijãooo flor

      Excluir