7 de abr de 2013

A Estrela Mais Brilhante do Céu

Olha, sinceramente, nunca gostei de livros com passagens muito tristes, principalmente quando essa tristeza está ligada a coisas das quais temos certo medo e receio... Tem Alguém Aí, da Marian Keyes, já foi meio assim - não que eu não tenho gostado, amo o jeito dela escrever, mas não foi meu preferido justamente pela parte da tristeza...

E agora, quando estava nas 100 últimas páginas de A Estrela Mais Brilhante do Céu, senti um misto de emoções e idéias sobre o que escrever a vocês... Acontece que, bem no final, me dei conta de uma coisa que minha amiga Cris, do blog Mulheres em Círculo, sempre fala e fez total sentido: todo livre que é triste, mas tem uma redenção no final vale a pena... Quer dizer, desculpa Cris, não sei se foram essas exatamente suas palavras, mas senti que o espírito da coisa é esse né??? Superar, amadurecer e o mais importante de tudo: não deixar de crer, de encontrar esperanças, de acreditar... Pois é, a história de A Estrela Mais do Céu tem um desfecho mais ou menos assim, que supera a tristeza e reafirma a esperança, nos mostrando de forma muito clara essa redenção (e belíssima, diga-se de passagem, ahhh, e surpreendente também!!!)...

Depois do que escrevi no último post - que resolvi deixar a preguiça de lado - li quase 300 páginas em dois dias (e saibam que isso é bastante pra mim e é porque, afinal, me entrosei realmente o livro)... Mas, ainda assim, quero ressaltar humildemente mais uma coisa: acho que a Marian Keyes pode até continuar falando de problemas sérios, mas estou com saudade daquelas histórias em que nos vemos mais rindo do que refletindo... Sei que muitas coisas (leia-se problemas reais, atuais e difíceis) precisam ser debatidas e a literatura é um bom lugar pra isso (se não um dos melhores), só que sinto falta de mais leveza sabem??? Sinto mesmo...

Gente, vale a pena ler sim (não estou dizendo o contrário disso) e encontramos muito da nossa amiga Marian nas palavras desse romance, mas precisava falar também do que ando sentindo falta - ainda mais sendo tão fã dela... Então, por favor, escrevam e dividam comigo suas opiniões... Uma linda semana a todos!!!


6 comentários:

  1. Oi Querida,
    Fique a vontade sobre o filme, ele é maravilhoso mesmo e merece ser divulgado!
    Quanto ao livro, bem, nesses dois últimos livros da Marian publicados aqui eu acho que ambos foram pesados e esse em particular, eu também senti muito pela Maeve, que parte triste e pesada, porque como você eu também acho que isso é um dos maiores medos de todas nós! Enfim, sempre vou ler tudo da Marian, mas ainda tenho de longe outros preferidos dela! O final foi bonito, mas eu terminei o livro com uma sensação pesada, triste, sei lá!
    Um beijoooo.

    ResponderExcluir
  2. Oi Aliny, fiquei curiosa com o livro,vou ler sim e depois comento aqui com vc. Eu acabei de ler um ano em Provance, muito bom, leve, gostoso... vou enfrentar esse. Acho que as vezes precisamos ir ao encontro da nossa sombra e parece que esse é assim né?
    Beijão e uma bela semana para vcs!

    ResponderExcluir
  3. Oi Aliny,

    Puxa, você tem uma memória hein... Lembrou direitinho do que eu disse!
    Fiquei emocionada por ver que minhas palavras foram importantes para você...Muito Obrigada pelo carinho, minha amiga tão querida!
    Você mora no meu coração.

    Assim que tiver uma folguinha vou procurar um livro dessa autora, mas vou começar pelos mais leves, tá?

    Agora estou lendo um livro que fala das formas do feminino sagrado, mostra as deusas de todas as culturas em todas as épocas, é lindo! Todo ilustrado com aquarelas, uma beleza!

    Ótima semana!
    Um abraço bem apertado prá você

    ResponderExcluir
  4. Oi Aliny! quanto empenho, minha querida...ou será que era eu que lia mais? rsrsr...adoro passar por aqui e saber das tuas dicas! um beijo grande e boa semana!

    ResponderExcluir
  5. Oi Flor!

    que saudade de você minha amiga! A correria está grande, não é?
    Eu te admiro demais, acho que não teria pique de fazer o que você faz...trabalhar e cursar uma faculdade longa e difícil como odonto!
    E ainda cuidar da casa, ler e manter o blog....
    Você é uma heroína!

    Nunca li nada dessa autora, mas vou procurar algum bem levinho como você sugeriu.

    Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  6. Oi Aliny! Td bem? Eu li esse livro no fim do ano passado e super me desapontei (a resenha ta la no blog). Uma pena pq gosto mto da Marian Keyes, mas se esse fosse o primeiro livro dela que eu tivesse lido com certeza nao tntaria outro. Bjos

    ResponderExcluir