12 de jan de 2012

Livros que marcaram meu 2011

Todos os livros são importantes... Cada um, a seu modo, visa representar uma idéia, um pensamento, algo que o escritor criou com muito carinho, algo que um dia, antes de ir para o papel, era um sonho distante e que de repente se tornou real e palpável...

Contudo, apesar da importância individual de cada obra, algumas histórias acabam se tornando mais especiais pra gente... São personagens, momentos, palavras e lugares que, mesmo ao término da leitura, insistem em permanecer em nossa memória - como pequenos fragmentos ou “flashbacks” de coisas que vivemos e ficaram registradas em algum lugar de nossa cabeça ou até de nosso coração... Muitas narrativas são tão reais que conseguem mesmo passar a idéia de que a gente não só leu, mas presenciou aquele fato, conheceu aquela pessoa, esteve naquele lugar... Afinal, LER É VIAJAR, sempre...

Sendo assim, após toda essa introdução, vou falar pra vocês quais foram os livros que, em 2011, se tornaram especiais pra mim... Aliás, acho que eles não estão só entre os meus melhores livros do ano que passou, vão bem além disso...

GENTE, comentem, deixem sua opinião e PARTICIPEM:
Amigas(os) blogueiras(os, para participar vocês podem copiar a fotinho abaixo, escrever como título “os livros que marcaram meu 2011”, citar os seus livros (quem quiser pode falar também o porquê da escolha) e depois postar, vamos lá????


Livros que marcaram meu 2011:


Amor em Minúscula (Francesc Miralles): uma história singela, leve, sensível.

À Margem de Alice (Joanna Hershon): um livro repleto da sensibilidade e poesia de sua personagem.

O Tempo entre Costuras (María Dueñas): melhor romance do ano.

Cidade de Ladrões (David Benioff): impactante, um relato de coragem e sobrevivência.

13 comentários:

  1. Olá,
    acabei de criar um blog sobre livros (acabei mesmo, hoje... rs). Vou ser uma mocinha impertinente e responder a este post, tudo bem?
    Adorei o blog, espero que possamos trocar muitas ideias.
    Beijinho
    Ana Paula

    ResponderExcluir
  2. Aliny, obrigada por seu carinho constante comigo. Eu perdi um primo muito querido nessa tragédia ano passado e fico imaginando como deve ter sido e continua sendo difícil para pessoas que perderam a família todinha. Foi muito triste e mais triste ainda é o descaso com os sobreviventes.
    Mas como você disse: O AMOR torna as pessoas inesquecíveis e eternas.

    Eu também tive livros que marcaram 2011, mas com certeza a sua amizade foi uma das coisas mais queridas que me aconteceram esse ano.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Já fui lá conhecer Ana!!! Obrigada pela visita e pela participação!!! Beijãoooo

    ResponderExcluir
  4. Aliny, que dicas maravilhosas.Adoro ter referências de livros que são bons. Vou comprá-los para ler e depois te digo o que achei.
    Fiquei contente em saber que é psicanalista, bjs

    ResponderExcluir
  5. Bom saber! Estou com Tempo entre Costuras no meio da minha torre de livros para as férias e nem estava botando muita fé nele... Fica de próximo!

    ResponderExcluir
  6. Pois é... Acho que escrever é mais uma fuga catártica pra gente, né?
    Espero que eu tenha sempre boas ideias pra continuar...
    Beijinho
    Ana Paula

    ResponderExcluir
  7. Tempo entre costuras!!! Estou louuuuuuuuuuuuuuuca pra ler!!!
    Flor, segue o link do blog http://www.silencioqueeutolendo.com.br/
    E vc ja criou uma conta no skoob???? Cria laaaaaaaaaaaaaa!
    Bjooooooooo

    ResponderExcluir
  8. Eu já deixei comentario aqui. Achei um livro que tem cenas na Asia (Toquio) Travessuras da menina má.
    Bjoooooooo

    ResponderExcluir
  9. Oi, Alinny
    Gosto muito do "Amor em minuscula"; uma graca de livro...bjs

    ResponderExcluir
  10. Jô e Aline, O Tempo Entre Costuras é maravilhoso, tem que ler, hehe...

    ResponderExcluir
  11. Eliete estou amando os textos do teu blog!!!!

    ResponderExcluir
  12. Amor em Minúscula é uma graça mesmo Lia!!!

    ResponderExcluir