14 de dez de 2011

As Listas de Casamento de Becky Bloom

Olá pessoal!!! Estão gostando da maratona Becky Bloom???
Espero que sim!!!

Bom minha gente, que a Becky Bloom é uma personagem completamente enrolada e engraçada não há dúvidas né?? Pois é, só que nesse livro (terceiro da série) ela consegue se superar e acaba por transformar os preparativos de seu tão sonhado casamento numa verdadeira odisséia desvairada. E, para a surpresa de seus leitores, nesse romance o que a coloca em apuros não são suas dívidas, mas sua incrível capacidade de se atrapalhar mesmo com as coisas que deveriam ser mais simples – coisas estas que ela se empenha em esconder “numa caixinha no fundo da mente” ao invés de tentar resolver. Pois é, essa é nossa amiga Becky Bloom e mesmo em meio a tanta confusão não conseguimos deixar de torcer para que tudo, no final pelo menos, dê certo...


Sinopse: Pela primeira vez a vida de Becky Bloom parece estar nos trilhos. Ela conseguiu um emprego de consultora de compras, no qual gasta o dinheiro de outras pessoas, e ainda é paga por isso. Mora num ótimo apartamento em Manhattan com Luke, o homem de sua vida, com quem abriu até mesmo uma conta conjunta! Então Luke a pede em casamento. E a confusão se instala na vida do casal. A mãe dela quer um casamento na Inglaterra. A sogra, uma festa de cinema em Nova York. Becky precisa escolher onde vai se casar, mas não consegue, perdida na preparação de listas de presentes, provas de vestidos e escolhas de bufê. O tempo vai passando. E ela, de repente, percebe que está em grandes apuros. Como conciliar duas cerimônias, no mesmo dia, na mesma hora e em dois continentes diferentes? Tudo bem, o noivo é o mesmo. Mas será que ele vai resistir a tamanha confusão?


  Trecho do livro:
“- Deve haver alguma solução brilhante! – Empurro o cabelo para trás, tentando não entrar em pânico. – Anda! O senhor supostamente é a pessoa mais inteligente dos Estados Unidos ou sei lá o quê! Deve ser capaz de pensar numa saída!
- Srta. Bloom, deixe-me esclarecer. Eu examinei isso de todos os ângulos, e não existe solução brilhante. Não há saída – Garson Low suspira. – Posso lhe dar três pequenos conselhos?
- Quais? – digo, com uma fagulha de esperança.
- O primeiro é nunca assinar nenhum documento sem primeiro ler.
- Eu sei disso! – grito, antes de me controlar. – De que adianta todo mundo ficar me dizendo isso agora?
- O segundo, e eu recomendo isso enfaticamente, é contar ao seu noivo.
- E qual é o terceiro?
- Esperar o melhor.”

2 comentários:

  1. Estou ficando cada vez com mais vontade de ler a série de Becky Bloom....rsrsrsr
    Aliny, eu tenho um filho sim, ele tem 19 anos e tb participou do Meme Literário. Ele tem um blog, O Caverna do Eremita. Dá uma passadinha lá pra conhecer.
    www.cavernaeremita.blogspot.com
    Beijos!!!

    ResponderExcluir