19 de out de 2012

Meme Literário


Dia 19:
O que você acha da elitização da literatura???
Você acha que realmente só é intelectualizado aquele que lê os clássicos da literatura? Que ler 1000 livros "de banca" não equivalem a 10 clássicos? O que você acha das pessoas que criticam a literatura "para a massa", os blockbusters literários? É mesmo possível julgar o nível de intelecto de uma pessoa pelo que ela lê? Você tem algum preconceito literário?

Ai ai, a pergunta de hoje é profunda...
Bom, em primeiro lugar, acho que não devemos, nem podemos, julgar o gosto literário das pessoas, muito menos seu intelecto... Também não acho que só é intelectualizado quem lê os clássicos... Considero os clássicos importantes sim e muito, já que eles ajudaram a escrever a história da própria literatura, além de terem incentivado o surgimento de muitos outros escritores e  inspirado romances que se tornaram inesquecíveis... Ler um clássico, na minha opinião, deveria estar entre as opções de leituras de todos nós, não só para conhecer um pouco mais sobre grandes autores e suas famosas narrativas, mas pelo simples amor aos livros... Contudo, respeito quem pensa diferente... Pior que não ler uma coisa é se obrigar a ler apenas porque outras pessoas (que não você mesmo) acham importante... Isso soa meio sem sentido né???

Outra coisita: não critico a literatura "para a massa", mesmo porque acho que não tem essa... Por mais que um autor escreva para um público em específico, acho que o grande sonho dele é alcançar o maior número de pessoas possível e entrar na vida de todas elas através de suas palavras... Mas agora cabe aqui um porém, que até já foi comentado durante o Meme Literário: ultimamente tenho achado um pouco chato essa coisa de "livros da moda", quer dizer, talvez não só ultimamente... Tudo bem se você quer ler o que todo mundo está lendo, mas é importante também abrir a cabeça para os outros zilhões de exemplares que merecem nossa devida atenção e que acabam passando despercebidos só porque não estão em algumas dessas listas de revistas ou as pessoas não estão falando... Eu, particularmente, sigo meu próprio estilo, que é dos mais variados (graças a Deus), vou dos clássicos aos romances açucarados, só não gosto de ler auto-ajuda, mas isso é coisa minha...

Enfim minha gente, acho que o mais importante é ler... Descubra seu estilo, escolha seu livro e embarque numa viagem rumo aos mais diferentes lugares... Isso sim vale a pena... BOM FIM DE SEMANA!!!


5 comentários:

  1. Ly,
    Eu acho que os gostos vão mudando, evoluindo conforme o passar do tempo. Começar com os clássicos, acredito que faz a pessoa não sentir tanto prazer ao ler, porque vamos ser sincera nem todo clássico é legal ou fácil de ler, principalmente pra quem nunca leu. Comecei a ler com 12 anos e hoje já não leio o que lia naquela época e assim vai. Mas como você eu também acho importante ler, independente do quê. Não quero largar meus romances levinhos, pois eles me fazem relaxar. Bom, acho que é isso.

    Um beijo querida e um bom final de semana,
    Ps: Sabe onde vou amanhã???? Em uma aula de Yoga e Meditação ao ar livre, tô tão feliz _/\_
    Namastê!!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá minha querida! estava com saudades de passar por aqui, mas a vida anda meio agitada ultimamente...rsrsrsrs...! adorei a tua resposta e quero complementar com minha opinião de leitora "comum". Acho os clássicos imprecindíveis, mas quem "não aprendeu a ler", ou melhor, a gostar de ler, não vai começar por eles...e acredito que tudo o que é escrito, já vem se diluindo de escritos mais profundos...é a história do filtro...puro/filtrado/misturado...etc... acho que o importante é ler algo que toque o teu coração, que te faça bem e deixe algum recado...independente se for modo ou se for clássico. Já escrevi muito eheheheh...agora só fica o beijo e votos de um bom fim de semana...vamos nos ver este ano ainda, ok? bjs

    ResponderExcluir
  3. Concordo em gênero, número e grau com as duas, hehe... Beijãooo minhas flores

    ResponderExcluir
  4. Oi Aliny,
    Obrigada pela visita e pelos seus comentários, adoro! Deixei respostas para você lá.
    Esta pergunta é bem difícil... Em primeiro lugar, quais clássicos?
    Um livro não deve ser lido à força, como fazem nas escolas onde nos obrigam a ler José de Alencar... Joaquim Manoel de Macedo...Chatíssimos. O jovem fica achando que ler clássicos é isso. No entanto também existem Dostoievski, Guimarães Rosa, Clarice Lispector, Saramago, Fernando Pessoa, Proust....que também são clássicos. E são maravilhosos! Não somos mais a mesma pessoa depois de uma leitura dessas...
    Quanto aos blockbusters... leitura para massas...eu tenho certo preconceito sim. Como já dissemos num post anterior, não concordo com leituras da moda. Eu só leio os livros que me chamam. Quando vou à livraria, às vezes estou distraída e de repente me deparo com um livro que parece saltar da estante...Geralmente ele me encanta e acabo levando.
    E durante a leitura descubro que tem tudo a ver com o meu momento....
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Eu acho importante ter para todos os gosto,paladar, ofato rssss tudo!! Sem brincadeira, acho que um livro puxa o outro, enfim é só começar. Tenho uma amiga que leu uma biografia duvidosa, com isso veio conversar sobre o livro e perguntar sobre outras biografias... Com essa frase minha acima acho que tenho algum preconceito literário rssss mas isso nas minha leitura. Caramba vou pensar a respeito disso!

    ResponderExcluir