28 de out de 2011

Lembra de Mim? Continuação...

E eis que chegou a sexta-feira... Eeeeee...
Bem-vindos ao blog minha gente, sintam-se à vontade para ler e comentar... E, conforme prometi ontem, hoje vou falar sobre o livro Lembra de Mim? da Sophie Kinsella...

Imagine que, ao acordar num belo dia, você olha ao redor e não reconhece sua própria vida... Você está com uma idade, com um estilo e até com um marido que você não imaginava ter porque, de acordo com sua última lembrança, antes de acordar, você não tinha essa aparência e sua vida parecia ser bem menos glamourosa. Pois é minha gente, é mais ou menos com essa sensação que Lexie, personagem de Lembra de Mim?, se depara ao acordar num belo dia, logo no início dessa história...

“Lexie desperta em um leito de hospital após um acidente de carro, pensando que está em 2004, que tem 25 anos, uma aparência desleixada e um namoro desastroso. Mas, para sua surpresa, ela descobre que está em 2007, tem 28 anos, é chefe de seu departamento e sua aparência está impecável. E ainda é casada com um lindo milionário! Ela não pode acreditar na sorte que teve. Mas, conforme ela descobre mais sobre a nova Lexie, nota problemas graves em sua vida perfeita. E, para completar, uma revelação bombástica pode ser sua única esperança de recuperar a memória.”

Um romance muito muuuito bom e bem diferente, que consegue despertar nosso lado mais curioso e nos leva a acompanhar, ansiosamente, cada passo de Lexie na descoberta de sua verdadeira vida e identidade. Uma história que nos faz pensar que nem sempre o que as pessoas acreditam ser perfeito é realmente o que as faz feliz... A felicidade é um estado de espírito, é uma maneira de se enxergar e ver o mundo... É um sentimento, uma sensação, uma emoção que independe de beleza ou dinheiro... O verdadeiro caminho para ser feliz é conseguirmos sermos nós mesmos, melhorando sim, um pouquinho a cada dia, o que nos incomoda, mas jamais perdendo nossa essência, nossa capacidade de amar e ser amado, nossa capacidade de rir e sorrir, inclusive de si e para si mesmo...
E é com essa avaliação filosófica, hehe, que eu encerro esse texto...
Um fim de semana cheio de felicidade, cheio de amor, paz, esperança e sonhos... Até mais minha gente!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário